• Pets

Como evitar a doença do carrapato

Amigos, esses dias fui surpreendida com uma preocupante notícia. Minhas quatro cachorrinhas foram acometidas com a doença do carrapato. Resolvi compartilhar esse problema com vocês, pois diferente do que eu imaginava, essa doença pode atingir qualquer cãozinho e não só os cachorros de rua ou aqueles que costumam passear fora de casa.

As minhas quatro bonecas, Shiva, Julieta, Preta e Apple, usam Frontiline mensalmente, todo cuidado contra pulgas e carrapatos é tomado, elas só ficam dentro de casa e a cada seis meses, eu chamo uma empresa de dedetização em minha casa.

Com tudo isso acontecendo, fiquei preocupada e fui buscar mais informações com uma especialista. A veterinária Camila Servello Aguirre, especialista nesse assunto, que trabalha junto com a nossa veterinária Michele Sandrault, me explicou como age essa doença.

“A Doença do Carrapato é uma enfermidade que afeta o sangue dos cães, uma hemoparasitose. Embora haja tratamento e cura, ainda é uma doença que pode ser fatal. As bactérias do gênero Ehrlichia (Erliquiose) e Babesia (Babesiose) são as agentes causadoras da afecção. Enquanto a Erliquiose, a mais comum, afeta as plaquetas, a Babesiose leva à destruição dos glóbulos vermelhos. O paciente acometido pode apresentar deficiência plaquetária e/ou anemia, dependendo da bactéria presente no sangue. Vale lembrar que a doença raramente atinge gatos ou humanos”, explica Camila.

Até hoje, não sei como elas conseguiram pegar essa terrível doença. A sorte é que descobrimos logo e todas estão em tratamento. Mas, ainda estava queria entender como se transmite a doença do carrapato de um cachorro para outro.

“O grande responsável pela disseminação das bactérias, levando-as de um cão doente ao sadio, é o carrapato. Cães acometidos irão apresentar sintomas inespecíficos como febre, apatia, perda de apetite. Em casos mais severos há sangramento nasal, vômito, vermelhidão na pele e até dificuldade respiratória.
É importante estar atento à saúde do seu melhor amigo e sempre consultar seu veterinário de confiança ao menor sinal de problema. Além disso, a prevenção é o melhor remédio, sendo o controle eficiente de infestações por carrapato primordial para evitar que o animalzinho contraia a doença”, diz a veterinária.

Por isso amigos, fiquem sempre atentos os sinais da doença. Quanto mais rápido agirmos melhor será para nossos bichinhos.

Continue lendo "Como evitar a doença do carrapato"

Por: Silvana Tinelli

Nascida no Egito, mas com o coração dividido entre a Itália e o Brasil, Silvana Tinelli faz de tudo um pouco. Em sua rotina dinâmica, Silvana se divide entre suas paixões: a arte, a criação de suas cerâmicas, as viagens - com segredos que só ela conhece - os eventos com seus amigos, a fotografia e a gastronomia.