• Arte & Artesanato

Exposição sobre cores em Nova York

Uma exposição sobre cores? Sim. A mostra “Saturated: The Allure and Science of Color” (em livre tradução “Saturado: o fascínio e a ciência da cor”) fica em cartaz até 13 de janeiro de 2019 no Cooper Hewitt, Smithsonian Design Museum, em Nova York. São mais de 190 objetos – de um iMac da Apple a um telefone de discagem redonda – que falam sobre a relação entre homens e cores. E olha que ela começou na Antiguidade.

Por isso, essa exposição sobre cores é tão surpreendente. “A cor tem sido estudada há séculos e ainda temos muito a aprender sobre suas propriedades. De raras primeiras edições de textos que buscam sistematizar a teoria das cores a trabalhos icônicos de designers que dominam as cores, materializando-as em efeitos impressionantes, examinamos nessa mostra como o design permite avançarmos nosso entendimento do que podemos atingir quando experimentamos e inovamos com as cores”, diz Caroline Baumann, diretora do museu.

Exposição sobre cores Saturated no Smithsonian (2)

Eu estou supercuriosa para visitar. Soube que a exposição está organizada em sete seções: Capturando a Cor, Efeitos óticos da Cor, Criando Cores, Navegando nas Cores, Cor e Forma, Colaboração de Cores e Escolha do Consumidor.

Na primeira fala-se do esforço que sempre existiu para esquematizar e medir as cores – de documentos de Isaac Newton a pensamentos de Goethe. Na segunda, efeitos óticos em peças de design quase hipnotizam a gente, como um vaso de Louis Comfort Tiffany de 1901 e uma luminária de Ingo Maurer. A terceira seção apresenta raridades, caso de um huipil (traje típico do México) colorido com corante de um caracol marinho.

Exposição sobre cores Saturated no Smithsonian (2)

Seguindo pela quarta seção, vemos como a cor é usada para organizar a comunicação, criando um guia visual, como o mapa dos metrôs de Nova York, criado por Massimo Vignelli em 1974. Na quinta área da exposição estão amostras têxteis que confundem o olhar graças a variações de uma mesma cor. A penúltima seção fala da importância de se ter um padrão universal de cores, para que elas possam ser comunicadas com mais eficácia, como a cartela Pantone e estudos de tendências de cores como as da agência Peclers Paris.

Exposição sobre cores Saturated no Smithsonian (2)

Para finalizar essa exposição sobre cores, temos o poder de sedução delas. O telefone cor-de-rosa de discar, criado em 1959 pela Henry Dreyfuss Associates foi um caso histórico por encantar jovens mulheres e criar esse novo público consumidor para o aparelho. Outro exemplo? O iMac branco e azul, desenhado por Jonathan Ive, que se tornou campeão de vendas nos Estados Unidos em 2000 por fugir dos padrões para um computador pessoal.

Incrível, não?

 

Fotos: Divulgação/Cooper Hewitt, Smithsonian Design Museum

 

Continue lendo "Exposição sobre cores em Nova York"

Por: Silvana Tinelli

Nascida no Egito, mas com o coração dividido entre a Itália e o Brasil, Silvana Tinelli faz de tudo um pouco. Em sua rotina dinâmica, Silvana se divide entre suas paixões: a arte, a criação de suas cerâmicas, as viagens - com segredos que só ela conhece - os eventos com seus amigos, a fotografia e a gastronomia.