• Entrevistas

Outubro rosa e a luta do Instituto Protea

O câncer de mama é uma das manifestações mais comuns da doença. Tanto que, segundo o Instituto Protea, uma em cada oito brasileiras terá câncer de mama ao longo da vida e até o fim de 2018 estima-se que 60.000 casos serão diagnosticados no Brasil. Mas nem tudo é má notícia nesse Outubro Rosa, mês que conscientiza para a importância do autoexame e de um diagnóstico precoce.

E por isso hoje eu convidei duas mulheres maravilhosas: a Mônica Ferro, fundadora da empresa Wall Lamps, que superou a doença e faz parte do Conselho Consultivo do Instituto Protea, e a Marta Wermelinger, diretora executiva da organização.

Na entrevista, elas contam a história do Instituto Protea, que ajuda mulheres de baixa renda no diagnóstico e no tratamento da doença. Sim, porque o diagnóstico tardio, aliado à falta de exames preventivos e recursos médicos, é uma das principais causas do alto número de mortes pela doença no nosso país.

Eu fiquei encantada com a iniciativa, que reúne hospitais particulares e beneficentes para atender mulheres que só teriam acesso ao SUS e poderiam demorar muito tempo para ter acesso a exames e tratamentos. Por isso, acho fundamental ajudar projetos assim e fazer a diferença na vida das pessoas. Se você concorda, clique aqui para saber como doar.

 

Continue lendo "Outubro rosa e a luta do Instituto Protea"

Por: Silvana Tinelli

Nascida no Egito, mas com o coração dividido entre a Itália e o Brasil, Silvana Tinelli faz de tudo um pouco. Em sua rotina dinâmica, Silvana se divide entre suas paixões: a arte, a criação de suas cerâmicas, as viagens - com segredos que só ela conhece - os eventos com seus amigos, a fotografia e a gastronomia.