• Convidados

Paixão por tecidos

Quem me conhece sabe que tenho uma paixão por tecidos. Sejam eles do Oriente ou do Ocidente. Estampados ou lisos. Com ou sem textura. Não é à toa, por exemplo, que mantenho uma pequena coleção da qual vira e mexe eu abro mão de uma peça para algum trabalho.

Dito isso, fica fácil imaginar o que me ocorreu quando soube que a curadora Renata Mellão reuniria quatro artistas que trabalham com tecidos na exposição Entre-Laçados, no museu A Casa. A ideia da mostra é justamente reunir trabalhos têxteis que integram diversas técnicas artesanais dentro de perspectivas artísticas.

Foi assim que Alexandre Heberte, Marina Godoy, Marta Meyer e Renato Dib ocuparam o espaço do museu com suas instalações. Ainda que a maioria das obras usem técnicas têxteis similares, as obras partem de estímulos distintos e percorrem diferentes caminhos artísticos.

Renato Dib por exemplo cria objetos tridimensionais (como este acima), nos quais cortar e costurar as aplicações e bordados viram maneiras de dar formas a essas peças que contemplam a organicidade do corpo humano, foco de sua investigação artística.

Marina Godoy por sua vez traz criações com temáticas que norteiam o universo feminino e as questões do tempo, como a foto que escolhi para abrir esse post. Por isso a presença de materiais envelhecidos, rendas gastas, crochês e bordados rasgados, costurados e remendados manualmente em suas obras.

Por outro lado, Marta Meyer (acima) explora pontos tradicionais do bordado, sobreposições de tecidos e mesclas de diferentes tramas. Os diferentes pontos de bordado acabam unindo fragmentos e assim formando um novo tipo de tecido – daí a ideia de “colagens têxteis”, como a artista se refere às suas obras.

Já Alexandre Heberte mistura técnicas ancestrais como tecelagem, bordado e renda para criar planos, relevo e padronagens. Para tanto, vale tudo.  Suas tramas são criadas desde fios de algodão até fitas VHS. Por que não? Segundo ele, suas obras são percepções bidimensionais que dialogam com o tridimensional.

O tecido está em todo lugar e durante toda nossa história. Por isso, minha paixão por tecidos. E esses quatro artistas evidenciam as inúmeras possibilidades da representação e combinações das fibras. Uma abordagem interessante de explorar essa matéria-prima nas artes plásticas. Vale a visita!

A exposição “Entre-laçados” vai até 12 de maio de 2018, de terça a domingo, das 10h às 18h30, no Museu A Casa, que fica na Avenida Pedroso de Morais, 1216, em São Paulo.

Continue lendo "Paixão por tecidos"

Por: Esther Giobbi

Esther Giobbi, designer de interiores e apaixonada por arquitetura em seus vários estilos e épocas. Ama decoração e detalhes que completam um projeto.